Análise de processos subjetivos na relação de cuidado entre familiares.

Bruna de Sousa Cavalcanti, Valéria Deusdará Mori

Resumen


Resumo

A relação de cuidado é carregada de trocas afetivas e está associada à promoção de qualidade de vida daquele que é cuidado, porém um grande questionamento é onde fica o cuidado para com o cuidador. A proposta abordada nesta pesquisa é analisar produções subjetivas da pessoa que se dedica a ser um cuidador familiar, ou seja, aquele que sem instrução ou estudo sobre a área, desempenha o papel de cuidador. Diante disso, o referencial teórico utilizado é da Teoria da Subjetividade e a metodologia é de caráter construtivo-interpretativo sustentada pela Epistemologia Qualitativa de González Rey. Por fim, após a elaboração de estudo de caso, foi possível construir aspectos como a produção subjetiva do cuidador em relação a seus familiares e em relação aquele que recebe o cuidado, assim como a falta de tempo que o cuidador dispõe para si, e como isso pode trazer consequências para seu modo de vida.

Palavras-Chave: cuidadores, cuidar, relação, familiares, subjetividade.


Texto completo:

PDF

Referencias


Costa, I., Silva, E. (2013). Dores dos “Cuida-dores” em saúde mental. Brasília: Universidade de Brasília.

Campos, E. (2005). Quem Cuida do Cuidador: Uma proposta para os profissionais de saúde. Rio de Janeiro: Vozes.

González Rey, F. (2005). Sujeito e Subjetividade: Uma aproximação histórico-cultural. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

González Rey, F. (2005b). Pesquisa Qualitativa em Psicologia: caminhos e desafios. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

González Rey, F. (2010). Pesquisa Qualitativa e subjetividade: Os processos de construção da informação. São Paulo: Cengage Learning.

Paiva Moraes, L., Batista Braga, V., Alves e Souza, A., Batista Oriá, M. (2009). Expressão da Codependência em familiares de dependentes químicos. Revista Min. Enfermagem, 13(1), 34-42, Diponível em www.reme.org.br/exportar-pdf/160/v13n1a06.pdf

Mori, V., González Rey, F. (2011). Reflexões sobre o social e o individual na experiência do câncer. Revista Psicologia & Sociedade, 23(n. spe), 99-108, Dsiponível em www.ufrgs.br/seerpsicsoc/ojs/include/getdoc.php?id...pdf

Marques Vilaça, C., Barreiros, D., Galli, F., Torquetti Borçari, I., Fernandes de Andrade, L., Goulart, M., Conceição, C., Mohallem Carneiro, M. (2005). O autocuidado de cuidadores informais em domicilio- percepção de acadêmicos de enfermagem. Revista Eletrônica de Enfermagem,07(02), 221-226, Diponível em https://www.fen.ufg.br/fen_revista/revista7_2/pdf/RELATO_02.pdf




DOI: http://dx.doi.org/10.25057/25005731.866

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




KATHARSIS

ISSN IMPRESO: 0124-7816  ISSN ELECTRONICO: 2500-5731

https://doi.org/10.25057/issn.2500-5731

katharsis@iue.edu.co  Facebook: PublicacionesIUE

Institución Universitaria de Envigado
Cra. 27 B # 39 A Sur 57
Envigado Colombia
PBX: 339 10 10 - Fax (574) 333 01 48

Publicación indexada en Índice Bibliográfico Nacional - Publindex (Colciencias) categoría B, Latindex y Fuente Académica Premier de EBSCO

La Revista Katharsis está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional